Os azuis

   Itália e França foram eliminadas da copa na primeira fase, todo mundo culpa os técnicos pelo fracasso, mas na verdade nem podem culpá-los, eles jogaram com o que tinham, jogadores talentosos em fim de carreira, e jovens sem tanto talento, a culpa na verdade é dos clubes, que ao invés de investir nas categorias de base, torram milhões contratando jogadores brasileiros, argentinos e tal.
   Um bom exemplo é a Espanha que nos últimos anos tem valorizado mais seus jogadores, e conquistados bons resultados. Olhando o campeonato italiano o que se vê é apenas a Juventus que conta com um numero maior de jogadores italianos, em sua maioria já com idade avançada, o fracasso da seleção na copa, já era algo anunciado pelo fracasso do time base na ultima temporada. A Internazionale que há anos tem ganhado tudo por lá, faz jus ao nome, em seu elenco pouco italiano, muitos brasileiros e argentinos. O futebol da seleção italiana é só o reflexo de uma falta de investimento e planejamento nas categorias de base dos clubes, que preferem contratar a formar atletas de alto nível.
   No caso da França, alem dos mesmos problemas da Itália, tem o problema de que por lá só aparece um craque de verdade de tempos em tempos, olha quantos anos entre Platini e Zidane, apesar de ter ganhado uma copa, e ter tradição no futebol, desde sempre o pais passou por esses períodos de escassez de craques.

   França e Itália na copa, não fizeram nada alem do que já deveríamos esperar delas, o problema é que sempre olhamos o futebol pelo peso da camisa, o que hoje em dia não é mais como era, em primeiro lugar vem o lucro, depois a camisa, e foi esse mesmo lucro que os clubes italianos visaram que criou essa falta de atletas para servir a seleção.

Primeiras impressões da copa

   Começou a copa para o Brasil, 2×1 na Coréia do Norte, pra mim a imagem do jogo foi a do jogador coreano chorando durante a execução do hino de seu país.
   Muitos vão criticar o resultado magro, todos esperavam mais da seleção brasileira. Pra mim a seleção jogou bem, não goleou como a Alemanha, mas marcou muito bem, tocou bem a bola, com calma, procurou sair jogando, sem desespero, sem dar balão, o Kaká, meio apagado, se poupou, tem dois jogos duros pela frente, Juan jogou muito, Robinho jogou como há muito tempo não jogava, Nilmar entrou já chutando pro gol, os dois laterais muito bem, apesar de ainda preferir o Roberto Carlos, resumindo, o Brasil está no caminho certo, agora é acertar detalhes, pra domingo vencer a seleção da Costa do Marfin.
   A Coréia do norte não é tão ruim como todos pensavam, claro, se classificou deixando outras seleções como Arabia Saudita e Irã de fora, correram bastante, conseguiram marcar um gol, espero que o prsidente permita a transmissão do jogo lá.
  Por falar em presidente, ano de copa, é também ano de eleição, se a campanha do Brasil na copa começou hoje, por aqui a dos politicos começou já tem algum tempo, portanto, olho aberto, nem todo mundo para durante a copa.