Se cuida Will Power

   Scott Dixon venceu em Mid-Ohio, Dario Franchitti ficou em segundo, os carros da Penske terminaram lá atras, Power em 14º, Briscoe em 16º e Hélio em 19º. Com isso Dário Franchitti abriu 62 pontos de vantagem para Will Power. Tony Kanaan, foi o quinto, Vitor Meira o 10º. Tony é o quarto colocado no campeonato e Vitor o 14º.

Sem comparação

   Depois da vitória de Button na Hungria, tenho visto em vários lugares comparações entre ele e o genial (e injustiçado) Alain Prost, mas tudo depende do ponto de vista.
  Prost tem 51 vitórias, contra 11 de Button, Poles: 33×7 para o francês, titulos: 4×1 para Prost, companheiros de equipe nos anos em que foi campeão: Prost: Nikki Lauda (3 vezes campeão) em 1985, Keke Rosberg ( Campeão em 82) em 1986, Ayrton Senna (3 vezes campeão, na época ainda com 1 titulo apenas) 1989, e Damon Hill em 1993, Hill veio a ser campeão em 1996. Button: Rubens Barrichello em 2009. Sem mais.

Brickyard 400

   A primeira vitória numa categoria é algo inesquecível na vida de um piloto, imaginem então, se for no templo sagrado do automobilismo.
   Pois foi exatamente no Indianápolis Motor Speedway que Paul Menard conseguiu sua primeira vitória na Sprint Cup, um momento especial não só para Paul Menard, mas também para John Menard, pai e patrocinador de Paul, há tempos a Menards está vinculada ao automobilismo americano, atualmente é difícil encontrar uma categoria onde não esteja, relação esta que começou lá mesmo em Indianápolis, com as 500 milhas. Vejo a vitoria de Paul Menard como uma vitoria de uma família que ama o automobilismo.
   Paul Menard é agora um serio candidato ao chase, com a vitória subiu cinco posições na classificação e é o 14º colocado, 129 pontos atrás do líder Carl Edwards, com 20 etapas disputadas.


   A classificação:

  1. Carl Edwards 682 Pontos 1 Vitória
  2. Jimmie Johnson -11, 1 Vitória
  3. Kevin harvick -12, 3 Vitorias
  4. Kyle Busch -16, 3 Vitorias
  5. Matt Kenseth -16, 2 Vitorias
  6. Kurt Busch -18, 1 Vitoria
  7. Jeff Gordon -52, 2 Vitórias
  8. Ryan Newman -64, 1 Vitoria
  9. Tony Stewart -73
  10. Dale Earnhardt Jr. -76
  11. Denny Hamlin -95, 1 Vitoria
  12. Clint Bowyer -108

   Estes são os doze primeiros colocados, entre o 11º colocado e o 20º, além de Denny Hamilin, Paul Menard (14º) e David Ragan (16º) tem uma vitória cada, hoje Menard estaria no chase, tirando seu companheiro de equipe Clint Bowyer (12º). Brad Keselowski é o 21º colocado, e Regan Smith o 26º, são estes os pilotos que venceram na temporada, faltando apenas seis provas para o fim desta primeira fase.
   Creio que só uma segunda vitória colocaria Keselowski no chase, Regan Smith acho que não tem mais chances, além de vencer teria que ganhar muitas posições num campeonato que está bastante equilibrado, as chances de David Ragan ainda são boas, tem pilotos no top 10 que não venceram, e pode também melhorar sua classificação, atualmente sete pontos atras de Menard.
   Alguém ai vai querer perder as próximas etapas?

Samuel Rosa

   Samuel Rosa, vocalista do Skank completa hoje 45 anos.





Principe de Sião

   15 de julho de 1914, nascia o Principe Bira, de Sião (hoje Tailandia). Principe Bira, correu nos GPs que aconteciam na Europa antes da Segunda Guerra, e mais tarde participou de algumas provas da Fórmula 1.

Toronto 1996

   A década de 90 foi marcada por varias tragedias em diferentes categorias do automobilismo, uma delas aconteceu no Molson Indy Toronto, em 14 de julho de 1996.
   Jeff Krosnoff, tocou roda com roda com Stefan Johansson, seu carro levantou voo e acertou um poste de luz, o carro ficou destruido, Krosnoff morreu na hora,  uma roda que se soltou do carro de Krosnoff durante o acidente acertou o fiscal de pista Gary Avrin, de 44 anos de idade, que também morreu na hora.
   Krosnoff tinha 31 anos.

Chip Ganassi vs.Team Penske

   Um erro de calculo contribuiu para que Will Power perdesse o titulo em 2010, não foi o principal fator, afinal a briga pelo titulo não se resume á uma corrida, a equipe cometeu erros e Power também. A temporada 2011 começou com Power dando show como fez em 2010, de fato é surpreendente o desempenho dele em circuitos mistos, mas como já disse aqui, o piloto a ser batido é Dário Franchitti, atual bicampeão, e com certeza piloto mais regular da categoria, erra pouco e sempre tira o melhor do carro. Há anos a equipe de Chip Ganassi domina os ovais de 1,5 milhas na Indy, seja com Franchitti ou com Dixon, que apesar de não ter feito uma temporada a sua altura em 2010, ainda andou melhor que os outros dois pilotos da Penske, e continua em 2011, Hélio anda irreconhecivel, Briscoe nunca achei que um dia chegaria à uma equipe grande, apesar de ter corrido pela Ganassi em 2005, mas isso foi na má fase do time, quando ficaram 40 GPs sem vencer, bem mas chegou na Penske, e brigou pelo titulo em 2009, mas em 2010 não mostrou o mesmo desempenho, resumindo, Ganassi tem dois pilotos em condições de brigar por vitórias e pelo titulo, e dois pilotos que tem muito o que evoluir ainda na Indy, Penske tem um piloto que vai brigar pelo campeonato, mas seus outros pilotos deixam a desejar no que diz respeito a tirar pontos dos rivais.
   Penske fez mudanças na equipe, Clive Howell estrategista do carro #12 deu lugar a Tim Cindric, ex-estrategista de Helio Castroneves, Howell ocupa agora um cargo no gerenciamento da equipe, para comandar a equipe do carro #3 foi nomeado John Erickson. A mudança começou em Toronto, onde a Penske teve um dia dificil, com todos seus pilotos envolvidos em acidentes, enquanto Franchitti venceu. Se os resultados da Penske não melhorarem, isso não só do Power, mas de toda a equipe, a coisa vai ficar fácil pra Ganassi. Não acho que Will Power anda tão mal quanto dizem nos ovais, mas ainda precisa evoluir muito até brigar de igual pra igual com Dário Franchitti e Scott Dixon, certo, ele venceu no Texas, mas foi uma corrida diferente, duas baterias, com largada pra segunda corrida definido por sorteio, onde ele se deu bem, e os rivais não, mas enfim, são as regras.
    Neste momento a Ganassi está muito mais próxima do titulo da temporada, Franchitti tem 55 pontos de vantagem para Power, que vê Dixon 28 pontos atras, a menos que o time de Roger Penske reaja imediatamente com Briscoe e Hélio passando a incomodar os lideres do campeonato e brigar por vitórias, principalmente nos ovais, veremos o escocês voador se tornar o maior campeão da história da Indy (já que a categoria renega seu passado, e ignora a existência de lendas como Bobby e Al Unser, Mario Andretti, Denny Sullivan e Rick Mears).